terça-feira, 20 de junho de 2017

Incêndios "florestais": a pergunta "simplesmente dificílima", em 10 necessárias formulações...

A pergunta simples, demasiado simples para que os chamados "jornalistas" a consigam fazer, eles que estudaram a "ciência da comunicação", "imagem" e "marquetingue", etc.,  matérias da maior gravidade "inteletual-florestal"...

1. Senhor "prezidente da junta", que deputa na "assembelia municipal" onde se aprovam as "contas municipais" do "prezidente" e do "avariador-chefe" da concelhia partidária, o qual acumula com a administração da "empresa municipal", da "empresa privada SA" de "serviço público", etc. - o que foi que fez exactamente nos últimos anos do mandato para prevenir os incêndios florestais da sua freguesia ou "união" de freguesias?
2. Senhor "avariador" da (des) protecção civil, da "floresta", do "meio" ambiente", etc., a mesma e simples pergunta: o que fez em concreto no seu último mandado para prevenir os incêndios no município?
3. Senhor(a) "técnico superior" da autarquia da área "especializada" da floresta e do incêndio, da "desengenharia da floresta", do "meio ambiente", do "desordenamento", do "desurbanismo", etc.: o que fez em concreto nos últimos anos para prevenir os incêndios no município?
4. Senhora "autoridade" dos bombeiros e da "desprotecção civil" local, regional e nacional: a mesma e simples pergunta: o que fez em concreto no seu último mandato para prevenir os incêndios florestais no Portugal?
5. Senhora "autoridade policial" nacional, municipal e submunicipal (i.e., o interlocutor local para a "segurança", vulgo o "bufo"); o que fez em concreto no seu último mandado para prevenir os incêndios florestais no município, no Portugal, etc.?
6. Senhor "ICNF", "autoridade florestal" nacional, etc.: o que fez em concreto nos anos mais recentes, para além de "leis", "estudos" e #pareceres#, para prevenir os incêndios florestais no Portugal?
7. Senhoras "associações" e "afundações" bondosas e caritativas, de misericórdia, solidariedade social, eco-ambientais, florestais, locais, regionais e nacionais, internacionais, etc.  : o que fizeram em concreto nos últimos anos para prevenir os incêndios florestais nas suas "zonas de influência"?
8. O importante mesmo é votar na autárquica. E depois nas outras. Há que confirmar os previamente "eleitos" pelos partidos... Os partidos precisam de "nós", pelo menos de alguns de "nós" suficientes para mascarar a abstenção, para que ela no conjunto não ande acima dos 60% (a constituição do dr. "miranda & associados" esqueceu-se do limite da abstenção, mas para "compensar" não esqueceu do "científico" método de Hondt...) É muito linda a "desmocracia" do "nós" Portugal & associados que és tão lindo... Por favor respeitem-na e ajudem-na! Ela precisa muito muito muito muito muito de vós! E por isso votem, votem, votem, votem, votem... de qualquer maneira "exceto" branco...
9. E há, para já, que parir as "leis", o "pacote" inteiro para que "marosca" se faça sem dor, e no escuro como convém: «O que não se vê não se sente!», diz o"povo"...
10. Puta que os pariu, com 2% de desconto para as "exceções"... cambada de incendiários...